quarta-feira, 4 de novembro de 2009

SISTEMA DE DESCARGA PARA SUA RESIDÊNCIA

QUAL O MELHOR SISTEMA DE DESCARGA?
VÁLVULA DE DESCARGA OU CAIXA DE DESCARGA ACOPLADA?

Para responder a essa questão vamos analisá-los (os dois sistemas de descarga) sob diferentes aspectos/características:

CONSUMO DE ÁGUA

O consumo de água em um sistema de descarga é o volume de água gasto (em litros) para efetuar a limpeza completa da bacia sanitária. Muito embora se tenha a imagem de que a válvula de descarga consuma muita água para efetuar a limpeza de uma bacia sanitária, é na verdade, a própria bacia sanitária quem define o consumo de água em cada descarga. Portanto por este ponto de vista, o consumo de água pode ser considerado igual para ambos os sistemas de descarga para um mesmo modelo de bacia sanitária.
Como diferencial para as válvulas de descarga, ainda existe no mercado os acabamentos “economizadores de água”, os acabamentos com dois botões, para diferenciar as descargas “parcial” e “total”. Com essas soluções pode-se obter até 30% de economia de água em relação ao sistema convencional com caixa acoplada.
E há mais um estudo que mostra que como a limpeza da bacia sanitária com caixa acoplada nem sempre é eficiente, muitas vezes o usuário necessita efetuar uma segunda descarga para eliminar os dejetos residuais, aumentando mais ainda o consumo desse sistema.

DESEMPENHO – EFICIÊNCIA NA LIMPEZA

A válvula de descarga é o sistema de descarga mais eficiente. Efetua a limpeza completa da bacia sanitária sempre na primeira descarga.
A caixa acoplada nem sempre efetua bem a limpeza da bacia. Isso ocorre porque as caixas acopladas são sistemas de descarga de baixa energia. A água fica armazenada a poucos centímetros da bacia, durante a descarga o reservatório vai esvaziando e baixando ainda mais essa pressão e no momento de maior necessidade de vazão para empurrar os dejetos para o esgoto, há pouca energia para efetuar esse trabalho. Por essa razão ficam alguns dejetos na bacia após a descarga e o usuário necessita efetuar a segunda descarga.
Ocorre então outro desconforto para o usuário, o mesmo precisa esperar até o enchimento da caixa novamente e em função da baixa vazão da torneira de bóia, esse tempo pode chegar a quatro minutos.

“VANDALISMO”/ACIDENTES

As caixas acopladas, compostas do reservatório e da tampa, são fabricados em cerâmica, um material considerado frágil. A tampa é apenas “encaixada” sobre o reservatório e pode ser facilmente removida ou derrubada. A facilidade de remoção implica em facilidade de vandalismo, danos ou furtos dos componentes internos, uma característica indesejável para produtos instalados em locais públicos.
A possibilidade da tampa cair existe, principalmente quando crianças utilizam a caixa acoplada. Essa é uma situação de risco pois as crianças podem até se ferir pelo peso da tampa ou se a mesma quebrar na queda.
E se ocorre a quebra da tampa ocorre outra dificuldade que é encontrar a peça de reposição correta e na mesma cor, pois variações de tom são comuns no processo de fabricação da cerâmica.
A válvula de descarga é composta por uma base, embutida na parede e um acabamento, normalmente fixada firmemente à parede por meio de parafusos. As peças não podem ser removidas sem a utilização de uma ferramenta apropriada, há até opções de acabamentos destinadas especialmente para locais públicos, chamados de “antivandalismo”, mais robustos e mais resistentes e não há riscos de acidentes na utilização do produto.

MANUTENÇÃO/PEÇAS DE REPOSIÇÃO

Pela fragilidade das peças, a caixa de descarga apresenta maiores índices de manutenção. E é comum o profissional da manutenção efetuar o conserto de forma inadequada, as conhecidas “gambiarras”. Além disso, para efetuar a manutenção da caixa acoplada, é necessário fechar o registro gaveta do banheiro, isolando-o completamente.
As válvulas de descarga foram projetadas para trabalharem sob alta pressão e seus componentes fabricados em plásticos de engenharia, por isso os fabricantes dão 10 anos de garantia. As peças suscetíveis a desgaste são facilmente substituíveis e encontradas em diversos pontos de venda. E ainda como vantagem, as válvulas de descarga contam com o registro integrado e para efetuar a manutenção, basta fechá-lo na própria válvula, evitando-se assim de cortar a água de todo o banheiro.

ESPAÇO FÍSICO

A bacia com caixa de descarga acoplada possui maior tamanho em relação a válvula de descarga. Esse tamanho faz com que os banheiros projetados para esse sistema de descarga sejam um pouco maiores ou se mantidos os padrões arquitetônicos de construção, diminuem o espaço físico do usuário dentro do banheiro, limitando seu conforto.
A válvula de descarga tem uma instalação bem mais compacta porque sua base fica embutida na parede e somente o acabamento, de tamanho reduzido, fica externo à parede. Essa configuração que possibilita que a bacia sanitária pode ser instalada mais próxima da parede e por sua vez, aumenta o espaço útil do banheiro.

LIMPEZA

Maiores em tamanho, com formas mais arredondadas e complexas e de difícil acesso fazem com que as caixas acopladas sejam mais difíceis para se efetuar a limpeza. E quando se fala em saúde, higiene e limpeza são os fatores primordiais.
A válvula de descarga, embutida na parede, com somente o acabamento exposto torna sua limpeza prática, feita facilmente, com um pano, água e sabão neutro.

BELEZA/DESIGN

A avaliação deste tema é subjetiva. Os fabricantes de caixas acopladas possuem modelos e designs variados, mas em função do tamanho do conjunto nem sempre o visual do banheiro agrada.
Os fabricantes de válvula de descarga possuem uma grande variedade de modelos de acabamentos. Os modelos de canoplas cromadas combinam melhor com os demais metais sanitários do banheiro, normalmente também cromados.

ACESSIBILIDADE/DEFICIENTES/IDOSOS

Pessoas com deficiência ou idosos normalmente possuem dificuldades motoras. Para esse público as bacias com caixa de descarga acoplada não são indicadas. As peças frágeis, já citadas anteriormente e o pequeno botão de acionamento dificultam a utilização adequada da descarga.
Para esse caso as válvulas de descarga são os produtos mais adequados. As válvulas, instaladas fixas à parede não possuem problema quanto a fragilidade e já há disponíveis no mercado acabamentos específicos para esse público, que possuem uma alavanca de acionamento ao invés de um pequeno botão, facilitando em muito o acionamento, cumprindo com a especificação da ABNT NBR 9050, norma técnica brasileira, que trata da Acessibilidade.

CUSTOS DOS PRODUTOS

Comparando-se o preço de uma bacia com caixa acoplada com uma válvula de descarga mais a bacia convencional observa-se que os preços são similares para os modelos populares de caixas acopladas. Os modelos mais requintados de caixas acopladas estão disponíveis no mercado por um preço bem superior ao conjunto válvula de descarga.

CUSTOS DE INSTALAÇÃO

Para a instalação da válvula de descarga é necessária uma tubulação independente, de maior diâmetro, vinda diretamente da caixa d’água. Por essa razão seu custo de instalação é um pouco maior. Quantificar essa diferença por sua vez é difícil, pois o tipo de tubulação utilizado e o tamanho da obra interferem nesse cálculo.
De qualquer maneira, segundos estimativas dos fabricantes de tubos e conexões, os gastos com esses materiais, correspondem a menos de 3% do gasto total com a obra. Portanto pode-se afirmar que a instalação da válvula de descarga não irá implicar em aumento significativo nesse orçamento.

SUSTENTABILIDADE

O tema Sustentabilidade também pode ser usado para avaliar os sistemas de descarga. Qual seria então o produto mais “sustentável”? Pode-se responder a essa questão sob alguns aspectos diferentes. Um deles é o destino que pode ser dado ao produto ao fim de sua vida útil. As caixas de descarga acopladas são fabricadas em cerâmica, material que não pode ser reciclável. Ao fim de sua vida útil, a caixa de descarga acoplada torna-se um entulho de construção.
Os materiais aplicados para a fabricação de válvulas de descarga são basicamente o latão, uma liga cobre-zinco e plásticos de engenharia, ambos recicláveis. Esses materiais são de elevado valor agregado e a reciclagem dos mesmos é rentável.
CONCLUSÃO: a válvula de descarga apresenta inúmeras vantagens sobre a caixa de descarga acoplada e sua instalação em residências é a mais indicada!
Fabiano da Veiga - engenheiro pesquisador, especialista em sistemas de descarga e metais sanitários economizadores de água.

2 comentários:

blaise2 disse...

Só agora vi o blog.Achei muito interessante a matéria sobre as válvulas de descarga,já estava quase trocando por caixa acoplada.Agora não o farei mais,no entanto parece que a colocação de hidrômetro individuais em prédios mais antigos,há uma intenção no prédio onde moro,obriga ao uso de caixa acoplada,não???

att.

Fernando disse...

O bom mesmo é a velha e feinha caixa de cordinha, que evita transtornos indesejáveis durante uma festa com por exemplo você ter um desarranjo intestinal e quando você da descarga não desce nada e la vai a segunda e ainda sobra alguma coisa e la vai a terceira para tirar o cheiro.